Eva me chamaste

Fizeste das minhas costas o teu piano

Dos teus desenhos as minhas curvas

Da minha boca a tua maçã

Dos meus olhos o teu mar

Do meu mundo os teus braços


(...)

20 setembro 2014

... Assim parece-me justo.
Não estando, não estás.
Boa noite.

Sem comentários: