Eva me chamaste

Fizeste das minhas costas o teu piano

Dos teus desenhos as minhas curvas

Da minha boca a tua maçã

Dos meus olhos o teu mar

Do meu mundo os teus braços


(...)

12 agosto 2015


(Foto @real_simple)



Disseram-me que um dia me iriam escrever a explicar tudo.

Recebi a carta quando já nada esperava.
Era só uma palavra...
...inexplicável.


Dizia tudo, explicava tudo, era tudo

E não dizia nada, não explicava nada, não era nada.

Eu não quis perceber.
Eu não percebi.


Ainda não percebo.