Eva me chamaste

Fizeste das minhas costas o teu piano

Dos teus desenhos as minhas curvas

Da minha boca a tua maçã

Dos meus olhos o teu mar

Do meu mundo os teus braços


(...)

06 março 2015

... apetece-me esta indumentária, este estar, este olhar. Ficar, assim, sem horas, sem tempo, o tempo suficiente para me recuperar, para me encontrar, para regressar-me. Ando a precisar muito duns dias assim, sem regras, relógios ou exigências, um dolce fare niente que agora seria tudo.
Ando a sonhar com isto há tempo demais...

Bom Dia

2 comentários:

eusouassim disse...

O tempo já convida...e a indumentária é qualquer coisa assim para o fantástico!!! ;-)

Beijos

Eva disse...

Pois convida. :)

Bom fim de semana