Eva me chamaste

Fizeste das minhas costas o teu piano

Dos teus desenhos as minhas curvas

Da minha boca a tua maçã

Dos meus olhos o teu mar

Do meu mundo os teus braços


(...)

12 novembro 2015

"Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa."

Carlos Drummond de Andrade

Boa Noite

2 comentários:

DarkHeart disse...

Mas acredita que existe e, quando se sente, nada mais poderá ser comparado. O pior é, quando se conheceu essa energia karmica e se a perde, tudo o resto será sempre algo que nos deixará com a sensação que faltou algo, por muito bom que seja!


bfs

Eva disse...

Engraçado dizeres isso... ainda há uns dias dizia isso. Depois de certas coisas podemo-nos contentar com menos, como espécie de desistência, mas sabendo com o que podemos comparar esse "contentar" não poderemos ser felizes. Percebemos que a felicidade está nesse encontro que gera essa energia, nesse toque mágico, na pessoa certa. A minha esperança é que na mesma vida se possa encontrar em mais do que uma pessoa a pessoa certa, porque não sei se me consigo subjugar e desistir, contentando-me com algo, que por muito bom que possa ser, me saiba a pouco.
Espero francamente que a última coisa de que venha a desistir seja de mim, do que quero. Mas certezas é coisa que há muito não tenho.

Bom fim de semana.