Eva me chamaste

Fizeste das minhas costas o teu piano

Dos teus desenhos as minhas curvas

Da minha boca a tua maçã

Dos meus olhos o teu mar

Do meu mundo os teus braços


(...)

03 junho 2013

Verdade, grande erro em que caio sempre.
Não esperem dos outros aquilo que lhes dão, esperem que se aproveitem sempre que possam, e que enganem sempre que julguem não ser descobertos. É a lei da selva, o remédio é ser selvagem também!!!
Viver e aprender, é um facto!!
Bom Dia!!

2 comentários:

Dri disse...

agora sim, já percebo isso perfeitamente. só posso contar comigo mesma e ser fiel a mim mesma.
tudo o resto, todas as outras pessoas são apenas...passagens?

Eva disse...

Espero que nem todas sejam passagens, mas muitas serão...
umas serão passagens e outras parecem apenas paisagens...